Caso queira adicionar sua dúvida neste espaço de Dúvidas Frequentes, basta nos enviar um e-mail em pibicunb@gmail.com

 

 

Para o(a) estudante participar de um PIBIC, é preciso ter um(a) professor(a) orientador(a) a fim de inscrever o projeto e o plano de trabalho em um Edital PIBIC, PIBIC-AF ou PIBITI. A divulgação dos editais ocorre geralmente entre os meses de março a abril e a inscrição, entre os meses de abril a maio.

São 4 (quatro) as atividades obrigatórias e estão elencadas no Edital. São elas: Questionário de Acompanhamento; Envio de Resumo e de Relatório Final; e Apresentação no Congresso de Iniciação Científica da UnB, prevista para ocorrer durante a Semana Universitária.

Para acessar normas sobre a elaboração do Relatório, basta acessar a aba Formulários, em http://proic.unb.br/, e entrar em Relatório Final da Pesquisa. E para o envio, basta acessar o Passo a passo para o envio do Relatório Final do edital. Para acessar normas sobre a elaboração do Resumo, basta acessar a aba Formulários, em http://proic.unb.br/, e entrar em Instruções para envio do resumo.

Não. Para cada aluno é devida a entrega de um Resumo e de um Relatório Final e, na apresentação do Congresso de IC, cada aluno elaborará seu próprio pôster e apresentará individualmente.

Não. Cada estudante é responsável pela impressão de seu pôster/ banner. Os estudantes podem se unir em grupo para verificação de desconto junto à empresa que os imprime.

Para o(a) estudante: declaração de aluno, certificado de participação, e certificado de apresentação no Congresso de IC, caso apresente no Congresso. Para o(a) orientador(a): declaração de orientador. Para o(a) avaliador(a) no Congresso: certificado de avaliador.

Sim. Caso o(a) estudante seja bolsista e o estágio remunerado, poderá acumular bolsa PIBIC somente com bolsa de permanência e com estágio remunerado, nos termos da RN/CNPq-042/2013, Nota 2, a seguir transcrita: “Poderá ser concedida bolsa a aluno que esteja em estágio não obrigatório, desde que haja declaração conjunta da instituição de ensino, do supervisor do estágio e do orientador da pesquisa, de que a realização do estágio não afetará sua dedicação às atividades acadêmicas e de pesquisa. O bolsista deverá manter essa declaração em seu poder. O disposto neste subitem se aplica também ao bolsista que venha a obter estágio não obrigatório durante a vigência da bolsa.”

O(a) orientador(a) deverá fazer a solicitação por e-mail, enviando para pibicunb@gmail.com a justificativa de troca de orientadores, o currículo Lattes e uma carta de aceite do(a) novo(a) orientador(a).

O(a) orientador(a) deverá enviar um e-mail para pibicunb@gmail.com com a justificativa de troca de título, o novo título e novo plano de trabalho, caso este também tenha modificado. A mudança deverá ser analisada pelo Comitê antes de ser efetuada.

O(a) estudante ou o(a) orientador(a) deverá, em data divulgada pelo ProIC, enviar um e-mail para pibicunb@gmail.com com a justificativa de ausência e um documento anexado que comprove o motivo. O(a) estudante que não apresentar no Congresso de IC não terá direito a receber o Certificado de apresentação no Congresso.

Depende da fonte pagadora da bolsa. As bolsas da UnB são pagas até o dia 15 de cada mês; as do CNPq, até o 5º dia útil e as da FAP-DF, até o dia 10 de cada mês. Lembre-se de tirar um extrato da sua conta, para verificação.

Verifique o extrato da sua conta e entre em contato com o ProIC o mais cedo possível, de preferência por e-mail, para darmos o devido encaminhamento, a depender da fonte pagadora.

Não há o número DOI de resumo dos Anais, pois não se trata de um artigo científico. O estudante deverá colocar manualmente no seu currículo Lattes, informando o número ISBN que consta na página do ProIC.

Através de solicitação, por e-mail, de declaração de aluno(a). Esta deverá ser apresentada na secretaria do seu curso, para a emissão de créditos no sistema, como atividades complementares. O ProIC emite a declaração com o período trabalhado no Projeto, mas não é colocada a referência à carga horária, por não haver a possibilidade de controlar quantas horas o(a) estudante trabalha durante o projeto.